Tomada de decisão: 5 erros que devem ser evitados

tomada-de-decisao-5-erros.jpgEscolher o caminho certo é uma exigência das organizações, mas nem sempre é possível acertar. Numa tomada de decisão é importante conhecer o contexto envolvido, para reduzir riscos e prejuízos financeiros.

Erros que devem ser evitados na tomada de decisão

Escolhas bem sucedidas, além de serem parte da responsabilidade da liderança, contribuem para o crescimento profissional. O processo decisório, quando bem formulado, contribui para evitar erros e falhas dentro da organização.

Uma tomada de decisão deve ajudar a evitar problemas e, na maioria das vezes, propor soluções criativas.  Apresentamos cinco erros, comuns no ambiente corporativo, que devem ser evitados na tomada de decisão:

1.     Soluções ilusórias:  As soluções devem ser baseadas na realidade, não importa o quão complexa for a situação. Não adianta propor ações simples e que acarretem problemas com o passar do tempo, ou que venham a sobrecarregar o desempenho geral da organização.  Se for necessário, reestruture setores e modifique cargos.  Opte por soluções que produzam resultados reais e melhore o desempenho. Esteja consciente que não existem soluções simples para nenhum problema, é preciso estar preparado para analisar com calma cada situação;

2.     Desconhecimento das alternativas: Para favorecer a tomada de decisão, é preciso ampliar o “leque” de opções e conhecer todas as possíveis alternativas. Expanda os limites de parcerias estratégicas. Além de motivar a formulação das ideias, esteja pronto para avaliar todas as possíveis alternativas, antes de optar por um caminho novo;

3.    Restrição à participação e à cooperação : Não restrinja a participação dos seus funcionários e subordinados, envolva todos na tomada de decisão, incentive a participação. Grandes ideias podem surgir dessa liberdade. As decisões importantes, muitas vezes, são tomadas individualmente pelo líder. Porém, antes de tomar uma decisão, procure envolver todos, para ouvir diferentes pontos de vista. Algumas organizações formam uma equipe de liderança sênior, com poucos profissionais, para conseguir abordar decisões importantes que requerem atenção especial. Envolva as pessoas!

4.     Desconsideração do custo de oportunidade: Uma tomada de decisão envolve riscos e consequências. Para evitar erros, observe qual o custo implicado pela mudança e se realmente ele é viável para a organização. Manter uma operação em funcionamento, ou investir os recursos em novos negócios, são decisões que podem custar até mesmo a sua carreira. Analise os números;

5.     Falta de acompanhamento: Grandes decisões trazem consigo responsabilidades que exigem uma equipe hábil para executar, implantar mudanças e acompanhar os novos resultados.  A mudança é um processo difícil, que envolve riscos e, por isso, é preciso estar atento para não subestimar as dificuldades que vão surgir durante o período de implantação. É preciso elevar a atenção e acompanhar as mudanças para saber quais resultados estão sendo alcançados e propor ações, caso algo saia fora do planejado.

Toda mudança exige também comportamentos diferentes. Falhas podem existir, mas é preciso agir para garantir o sucesso da tomada de decisão, reduzindo prejuízos.

Sobre Vanessa Alonso

Mestranda em Ciências dos Alimentos na UNICAMP, pesquisadora, redatora, webwriter, blogueira, estudante de Marketing e curiosa. Possui experiência em outras áreas: área comercial (prospecção, vendas e liderança de equipe) e administrativa.
Perfil no Google+

DEIXE SUA OPINIÃO

*