Organização de aprendizagem: o que é?

organizacao-de-aprendizagem.jpgVivemos em um mundo de transformações, onde a tecnologia mudou a forma como as pessoas se relacionam e, com isso, todas as profissões, até as mais tradicionais, vêm sofrendo alterações.  Uma organização de aprendizagem é aquela que aproveita tais mudanças para favorecer o desenvolvimento pessoal e profissional de seus colaboradores, através do incentivo e fornecimento de canais de aprendizagem.

Organização de aprendizagem: quem já faz parte

O uso das tecnologias deve sempre favorecer a aquisição do conhecimento, esse é um diferencial observado nos melhores profissionais e dentro das principais organizações, que quebram paradigmas e surpreendem com propostas diferentes de aprendizagem dentro dos diferentes segmentos e setores.

A Honda e a General Electric são empresas que procuram traduzir novos conhecimentos, transformando-os em comportamentos. O gerenciamento ativo do processo de aprendizagem garante o funcionamento e inserção das mudanças. Para manter essa realidade é preciso modificar políticas e criar práticas que sejam responsáveis pelo sucesso do programa de uma organização de aprendizagem.

A General Motors é um exemplo de organização de aprendizagem que mantém esforços para melhorar a performance e, apesar de renovar as suas práticas de fabricação e de manter administradores especialistas em manufatura enxuta, JIT e melhoria de qualidade, encontra dificuldade em renovar os conhecimentos.

Como deve ser uma organização de aprendizagem?

A aprendizagem organizacional é um processo que deve acontecer ao longo do tempo que o profissional permanece na organização e inclui a aquisição de conhecimentos e a melhora do seu desempenho.

Uma mudança pode ser necessária, seja no comportamento, ou na maneira de pensar, mas, o que realmente importa é que na aprendizagem organizacional deve ocorrer o processamento e compartilhamento de informações como um mecanismo de aprendizagem.

A organização de aprendizagem deve ter habilidade para adquirir, criar e transferir conhecimentos, modificando comportamentos que reflitam sobre novos conhecimentos e oportunidades. Algumas características e competências são valorizadas por uma organização de aprendizagem:

  1. Criatividade – Novas ideias são essenciais para que a aprendizagem ocorra e para a melhoria organizacional.
  2. Mudanças – Se não houver mudança na forma como o trabalho é realizado, dificilmente se alcançará um potencial de melhoria.
  3. Conhecimento – A aquisição de novos conhecimentos deve ser aplicada com eficiência na rotina.
  4. Qualidade – A gestão da qualidade deve ser aplicável dentro da organização.
  5. Política – Mudanças na política interna são importantes para favorecer a implementação de novos conhecimentos.

O incentivo aos funcionários, na participação em cursos, palestras, workshops, assim como o desenvolvimento de novos canais, como universidades corporativas, cursos através da intranet e atualizações através de cursos internos, devem fazer parte da organizações que desejam oferecer o aprendizado como uma ponte para o crescimento dos profissionais e da organização como um todo.

Sobre Vanessa Alonso

Mestranda em Ciências dos Alimentos na UNICAMP, pesquisadora, redatora, webwriter, blogueira, estudante de Marketing e curiosa. Possui experiência em outras áreas: área comercial (prospecção, vendas e liderança de equipe) e administrativa.
Perfil no Google+

DEIXE SUA OPINIÃO

*