Inteligência emocional: o que é e como desenvolver

inteligencia-emocional-como-desenvolver.jpgVocê já ouviu falar em inteligência emocional? Dominar os relacionamentos interpessoais, manter o equilíbrio emocional e ser resiliente são características que podem ser observadas em indivíduos que dominam esse tipo de inteligência.

Como surgiu e o que é inteligência emocional?

Esse tema surgiu em meados dos anos 70 e 90 com pesquisas que envolveram grandes psicólogos como Howard Gardner (Harvard), Peter Salovey (Yale) e John ‘Jack’ Mayer (New Hampshire). O tema ficou popular após o desenvolvimento do livro produzido em 1995 chamado de “Inteligência Emocional” do autor Daniel Goleman.

A inteligência emocional é um modelo de comportamento que tem ganhado destaque no mercado corporativo, isso porque esse parâmetro permite avaliar e compreender o comportamento das pessoas, o estilo de gestão, potencial e habilidades interpessoais.

Atualmente as organizações buscam profissionais que demonstrem esse tipo de inteligência em suas entrevistas de recrutamento. A inteligência emocional é importante para o trabalho em equipe, para os relacionamento com os clientes, na gestão de pessoas e em toda área humana.

Algumas organizações já associam a ética profissional e a liderança socialmente responsável com a capacidade de gerir a inteligência emocional.  Desenvolver conexões que estabeleçam significados e propósitos para se ajudar e para ajudar ao próximo é de grande importância.

Como desenvolver a inteligência emocional?

A inteligência emocional depende de fatores como espiritualidade, amor, compaixão e, principalmente, da capacidade que as pessoas possuem de compreender e respeitar a si mesmo e os demais seres humanos.

Os aspectos principais da inteligência emocional dizem respeito ao desenvolvimento de uma consciência efetiva, partindo da premissa de que controlar e gerir suas próprias emoções, seus objetivos, intenções e comportamentos, ajuda também a compreender o próximo e equilibrar suas ações.

Para dominar a inteligência emocional é necessário aprender mais sobre seus principais domínios:

  1. Conheça a sua emoção;
  2. Aprenda a gerir suas emoções;
  3. Determine motivações;
  4. Reconheça e compreenda as emoções alheias;
  5. Gerencie relacionamentos.

A inteligência emocional pode ser desenvolvida com a ajuda de outros aspectos e ferramentas comportamentais e emocionais, como a programação neurolinguística. Dominar essa inteligência contribui para o sucesso profissional, pois é sabido que o profissional inteligente emocional apresenta maior produtividade e rendimento no trabalho, além de reduzir conflitos e melhorar os relacionamentos.

Ao desenvolver a inteligência emocional é importante preocupar-se em desenvolver competências pessoais, como autoconhecimento, auto regulação e motivação, assim como as competências sociais, como a consciência social e as habilidades.

Sobre Vanessa Alonso

Mestranda em Ciências dos Alimentos na UNICAMP, pesquisadora, redatora, webwriter, blogueira, estudante de Marketing e curiosa. Possui experiência em outras áreas: área comercial (prospecção, vendas e liderança de equipe) e administrativa.
Perfil no Google+

DEIXE SUA OPINIÃO

*