Discutir salário no trabalho: quando, como e com quem?

discutir-salario-trabalho.jpgNum país onde 55% dos profissionais não estão satisfeitos com seu trabalho atual e o primeiro motivo é a baixa renumeração, é natural que tenhamos curiosidade em saber o salário dos outros, afinal não estamos contentes com o nosso.

Porém, especialistas em carreira dizem que, apesar das conversas sobre salário acontecerem com frequência no ambiente de trabalho, isso é um “mau hábito” que pode gerar desapontamento e menor satisfação por parte dos funcionários. Os especialistas apóiam essa atitude apenas em determinadas situações, mas alertam que você tem de saber como e quem abordar nesses momentos.

Mas não se preocupe, nós vamos contar tudo para você. Mostraremos como você pode descobrir a faixa salarial de alguém sem precisar se expor, quando é conveniente discutir sobre salário, e o que os especialistas em carreira pensam sobre o assunto.

O que os Especialistas Pensam Sobre a Questão

Para Caroline Ceniza-Levine, especialista em carreira e co-autora do livro “How the Fierce Handle Fear: Secrets to Succeeding in Challenging Times”, em entrevista para o site da revista Fortune, diz que conversar sobre salário é como namorar no ambiente de trabalho. “Você sempre pode encontrar exemplos de que isso é uma boa idéia”, diz ela. “Mas na maioria das vezes termina mal. Então, você tem de agir com cautela”. Caroline explica que quando os funcionários descobrem que ganham menos que um colega de trabalho, se sentem inferiorizados e injustiçados por seus chefes. E parece que ela não está errada, pois uma pesquisa divulgada pelo National Bureau of Economic Research em 2010 chegou à mesma conclusão.

Os pesquisadores fizeram o teste com funcionários aleatórios da Universidade da Califórnia e deram a eles acesso a um site com todas as informações sobre os salários dos trabalhadores listados na Universidade.

Notou-se que os trabalhadores que descobriram que seus salários eram abaixo da média apresentaram menor satisfação no trabalho, enquanto aqueles que descobriram que seus ganhos eram acima da média… também não ficaram mais satisfeitos por isso. Ou seja, para os especialistas, em geral, não vale a pena insistir nessa ideia.

Como Descobrir o Salário de Alguém Sem Se Expor

A dica é da conselheira de carreira do Barnard College, Christine Shin, que – também em entrevista para a Fortune – diz que “conhecimento é poder” e oferece uma forma eficaz de resolver a questão sem exposição e maiores ofensas. Christine sugere perguntar sobre faixas salariais diretamente ao departamento que tem controle sobre isso, em vez de questionar as pessoas sobre números específicos. Afinal, falar em “faixa salarial” é muito mais confortável do que responder à pergunta: “Quanto você ganha?”.

Descobrir o Salário de Alguém Pode Me Prejudicar?

Segundo a especialista em compensação do banco de dados salariais online da PayScale.com, Stacey Carroll, em entrevista para o Monster, quando você tem muita curiosidade em saber quanto um colega de trabalho ganha, você geralmente já está desmotivado. “O melhor conselho é concentrar-se em si mesmo e em sua própria carreira e crescimento, em vez de tentar competir com todo mundo”, diz Carroll. Para ela, o foco tem de ser no que você pode fazer para conseguir o salário desejado, e não em quanto os outros ganham.

Além disso, você pode tirar conclusões precipitadas se descobrir que seu colega de trabalho ganha mais do que você. As empresas têm diferentes políticas, filosofias e orçamentos quando o assunto é pagamento e temos que respeitá-las se quisermos ficar. “Se você conversa sobre salário com pessoas que trabalham com você, tenha em mente que elas podem receber uma quantia diferente, com base no trabalho que desenvolvem, experiência adquirida anteriormente, ou talvez alguma certificação específica”, diz Carroll.

Por último, há o fato de que as pessoas mentem por aí, ainda mais quando é para ficarem bem na fita. Então, como saber se seu colega de trabalho está falando o salário verdadeiro? Afinal, ele não deve se sentir confortável abrindo uma coisa dessas para você. Portanto, ele pode jogar alto e, consequentemente, te desmotivar. “O problema de falar sobre pagamento com outras pessoas é que elas podem estar falando a verdade ou não”, diz Carroll.

Quando é Conveniente Discutir o Salário?

Segundo a coach em carreira e diretora de conexão do LinkedIn, Nicole Williams, em entrevista para a Forbes, uma situação em que você deve discutir seu salário é quando tem absoluta certeza de que você é mal pago (e você realmente confia no seu colega de trabalho). Se você tiver um colega que tem um cargo parecido com o seu e estiver muito desconfiado de que está sendo mal pago, você vai sentir vontade de saber se ele ganha o mesmo que você. Até porque, “a transparência pode ajudar no processo de negociação de salário”, diz Williams. Mas lembre-se de que você terá de se abrir para ele primeiro e corre o risco de não conseguir a resposta que deseja, pois o seu colega pode achar inadequado falar sobre o assunto. Neste caso, quando pedir o aumento, jamais use o salário do amigo como argumento para o chefe. Foque em suas habilidades e use como justificativa as tarefas que você desenvolve que vão além de suas responsabilidades.

Outra situação onde a conversa sobre salário pode ser positiva é quando você suspeita que todos os funcionários da empresa são mal pagos. “Isso pode ajudar o grupo a unir forças para todos negociarem um salário melhor”, afirma Williams. Quanto maior o grupo de funcionários ansiando por um salário melhor, maior a pressão sobre a empresa. Nesta ocasião, faça uma pesquisa sobre a faixa salarial de sua área de atuação e de seus colegas e leve até seu chefe, junto ao colega de trabalho mais confiável que você tiver, só para dar início à conversa.

A última situação mencionada é quando alguém é promovido ou sai da empresa. Geralmente é mais certeiro conversar sobre salário com essas pessoas, pois você não será alvo de inveja, já que o indivíduo estará num cargo superior ou não estará mais trabalhando na mesma empresa. Só certifique-se de que é uma pessoa de confiança antes de fazer qualquer abordagem.

Bom, se é que você estava cogitando a possibilidade de conversar com alguém sobre seu salário, ou se é que você já fez isso algum dia, agora já sabe as consequências que esse ato pode trazer e quando é conveniente se arriscar a falar sobre o assunto no ambiente de trabalho.

Sobre Ana Paula Candil

Jornalista com experiência em reportagem, revisão de texto, revista, agência de notícias, televisão, tradução e comunicação empresarial. Atualmente cursa uma pós-graduação em International Business Management na George Brown College. Já atuou em diversos segmentos do jornalismo contribuindo com conteúdos sobre negócios, tecnologia, comportamento, gastronomia e setor automotivo.

DEIXE SUA OPINIÃO

*