Controle de Estoque: 6 dicas para pequenos negócios

controle-de-estoque-6-dicas.jpgTer um bom controle de estoque é um ponto importante para os comerciantes que desejam atender satisfatoriamente seus clientes e garantir uma rentabilidade positiva. Você sabe como garantir o equilíbrio da sua empresa?

Importância do controle de estoque

O controle de estoque é importante e para cada tipo de empresa existe uma preocupação diferente. Por exemplo, para empresas que trabalham com taxas de obsolescência, como o segmento de tecnologia ou produtos da moda, é preciso ter um estoque baixo, para não sofrer perdas. Já empresas que trabalham com produtos perecíveis precisam conhecer muito bem a sua demanda de curto prazo para evitar perdas.

Quando o produto oferecido é de difícil acesso, seja por precisar de matéria prima importada ou pelo longo tempo de produção, é preciso ter controle de estoque para que não ocorra perda de vendas. Conhecer bem o fluxo de vendas e os hábitos dos seus clientes, assim como ter um bom relacionamento com seus fornecedores, ajuda e muito a garantir que o estoque fique sempre equilibrado.

Apesar de todos os cuidados com o estoque, como a escolha do fornecedor e o sistema de tecnologia, existe  outro item que é fundamental dentro de uma empresa, que é a gestão de pessoas.  As empresas devem dar abertura aos funcionários para que eles possam sugerir melhorias no sistema e com isso favorecer a gestão.

Além disso, os colaboradores devem ter total autonomia sobre os sistemas, colaborando com o funcionamento do processo de controle de estoque. É de responsabilidade do empreendedor fornecer treinamentos e suporte aos funcionários,  para que eles possam manter o sistema funcionando, garantindo assim um estoque saudável.

Dicas para melhorar o controle de estoque

Conheça alguns cuidados básicos para controlar bem o seu estoque:

  1. Elabore um planejamento para garantir o giro de estoque. A curva ABC é uma ferramenta que contribui para o conhecimento dos produtos que tem maior impacto nas vendas da empresa.
  2. As compras devem ser realizadas em um prazo curto, garantindo assim o  estoque diário, semanal ou até mensal, dependendo do tipo de negócio.
  3. É importante conhecer o tempo de entrega e escolher um fornecedor confiável.
  4. Disponibilize todo o estoque para seus clientes, assim evita-se gastos com espaços de estocagem e aumenta-se as oportunidades de vendas.
  5. Um sistema de tecnologia ajuda a gerir o estoque, principalmente um sistema integrado que facilite o gerenciamento, garantindo a comunicação entre o ponto de venda, caixa e o estoque.
  6. O sistema RFID (Etiquetas de identificação de radiofrequência) ajuda a manter o controle de estoque de forma rápida, fácil e precisa.

Não gerenciar o estoque ocasiona perdas de vendas e, muitas vezes, de clientes. Um estoque elevado demais, por outro lado, gera um gasto excessivo com custos operacionais, seguro, local físico e obsolescência. É preciso encontrar o equilíbrio!

 

Sobre Vanessa Alonso

Mestranda em Ciências dos Alimentos na UNICAMP, pesquisadora, redatora, webwriter, blogueira, estudante de Marketing e curiosa. Possui experiência em outras áreas: área comercial (prospecção, vendas e liderança de equipe) e administrativa.
Perfil no Google+

DEIXE SUA OPINIÃO

*