Como melhorar a satisfação profissional dos funcionários

como-melhorar-satisfacao-profissional.jpgA satisfação profissional tem relação direta com a produtividade e os resultados alcançados. Um dia comum passa a ser melhor, quando gostamos do que fazemos. Mesmo diante do cansaço, do estresse, da rotina apertada, ao final de um dia corrido, quem está satisfeito com a sua profissão consegue sentir prazer.

Importância de fazer o que gostamos

Alguns fatores como organizar a rotina, gerir o tempo, evitar sobrecarregar a sua capacidade e reservar um espaço para lazer, com amigos e familiares, ajudam a tornar a rotina mais prazerosa, porém nada disso tem valor, quando estamos fazendo algo que não gostamos.

É possível ter bons resultados não gostando da profissão? Sim é, porque o comprometimento é essencial para a qualidade do trabalho, porém quando o profissional se sente feliz, ele consegue ter foco e motivação de forma espontânea, o que é um ponto positivo. Passamos a maior parte do tempo trabalhando, por isso é essencial escolher algo que gostamos.

É preciso gastar menos energia para manter a qualidade profissional quando se está feliz, focado e motivado.

A melhor maneira de trabalhar é focando na qualidade de vida no trabalho. Reflita como você se sente em relação ao seu trabalho e como a sua rotina influencia na forma de pensar e agir nos demais campos da sua vida.

Os empregadores estão cada vez mais preocupados em tentar satisfazer as necessidades básicas dos seus funcionários para que eles produzam mais e melhor. Isso é um diferencial no mundo dos negócios, já que empresas que oferecem bons benefícios e possuem profissionais satisfeitos, conseguem reter tais funcionários por muito mais tempo.

Como melhorar a satisfação profissional dos seus funcionários?

Algumas pesquisas realizadas pela Gallup e Towers Watson demonstram que apenas 30% dos profissionais se sentem verdadeiramente satisfeitos.

Se você é líder ou empreendedor, deve buscar conhecer as necessidades físicas, emocionais, mentais e até espirituais dos seus funcionários pra conseguir agir de forma coerente, oferecer melhores condições e incrementar a satisfação profissional de seus funcionários.

Veja alguns cuidados importantes para melhorar a rotina dos profissionais:

Bem estar: Ao trabalhar em uma empresa que não se preocupa com o bem estar do profissional, a organização corre o risco de ter um rendimento inferior, pois certamente o profissional vai sentir-se desmotivado.

Sobrecarregar: Outro fator de risco, que impacta a satisfação profissional, é a sobrecarga excessiva dos profissionais, com a atribuição de diferentes atividades e tarefas complexas.

Liberdade: É importante dar espaço para que os profissionais consigam criar suas próprias estratégias para agir de forma criativa e melhorar seus resultados. Motive os profissionais a participarem com suas opiniões e se for possível flexibilize os horários e locais de trabalho, a fim de promover a satisfação profissional.

Acompanhamento: A avaliação é fundamental para medir a experiência profissional dos seus subordinados.  Através dos hábitos no ambiente profissional e até na vida pessoal é possível qualificar a satisfação profissional.

Procure identificar os fatores que influenciam a qualidade do trabalho para conseguir criar melhores estratégias e oferecer benefícios e ferramentas que despontem a motivação.   A correlação entre a capacidade de equilibrar a satisfação profissional e a pessoal é essencial.

O gestor deve conhecer a verdadeira importância do seu trabalho, sabendo que a forma como ele conduz as relações tem impacto na vida dos profissionais. Alguns questionamentos ajudam a perceber o que é preciso melhorar:

  • Como eu influencio a experiência dos meus subordinados?
  • Como posso melhorar a rotina dos profissionais que trabalham sob minha orientação?
  • Qual o impacto do trabalho da minha equipe para a corporação?
  • Eu tenho liberdade para tomar decisões importantes?
  • Como anda a satisfação profissional dos meus subordinados?

 

Sobre Vanessa Alonso

Mestranda em Ciências dos Alimentos na UNICAMP, pesquisadora, redatora, webwriter, blogueira, estudante de Marketing e curiosa. Possui experiência em outras áreas: área comercial (prospecção, vendas e liderança de equipe) e administrativa.
Perfil no Google+

DEIXE SUA OPINIÃO

*